Quem escreve?

Minha foto
Rio, RJ, Brazil
Moribundo SUBurbano. Estereotipado: bandido, maconheiro e marginal. Escritor, poeta e, portanto, miserável.

sábado, 3 de maio de 2008


Eu e ela. Dois corpos nunca antes tocados. Eu e ela, naquele lugar, em cuja cama, os corpos iam e vinham. Eu, sem conhecê-la. Ela, conhecendo-me. Dois corpos.
Eu, quando a vi, sabia que seriam dois corpos, duas vidas, dois braços entrelaçados. Ao mesmo tempo, seriamos nada. Como se o tudo nos fugisse, saísse sem olhar à volta. Tanta volta. Tantas atitudes impensadas. Se não as fossem, seriamos duas mentes em um corpo. Dois corpos em uma mente, ao invés de dois indivíduos errantes, num motel qualquer.

2 comentários:

C. Bastos disse...

Escreve mais! Escreve mais!

Luiz Coelho disse...

Volte sempre, fera!