Quem escreve?

Minha foto
Rio, RJ, Brazil
Moribundo SUBurbano. Estereotipado: bandido, maconheiro e marginal. Escritor, poeta e, portanto, miserável.

domingo, 9 de novembro de 2008

Senhor, quando mil
Caíram a meu lado,
e Dez mil a minha direita.
Tu não deixastes que fosse eu,
o Atingido!

E quando aquele tiro,
Senhor,
Levou meu amigo
para residir em teu abrigo,
Tu achastes que era cedo demais,
para eu ir morar contigo!

Senhor!

Rogo a ti.
Peço força...
Que meus braços,
Senhor!
Levantem os que
ainda não caíram!

(Edson Santana)10/07

2 comentários:

Carioca disse...

esse texto eh mto bom!
tocante e profundo...

--
http://raciocinioquebrado.blogspot.com/

Diana Borges disse...

Perder um amigo é doloroso.
Mas muito pior é achar ser o próximo. ;)

Bom ler vc, delírios de um jovem poeta.
Quase religioso.